quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Toda noite é a mesma coisa!
Deito ao seu lado e começo a sonhar
Me vem à cabeça as nossas risadas
Nossos olhares tão parecidos,
Tão loucos um pelo outro

Imagino um mundo incrível
Tão distinto, tão nosso!
Um mundo invisível a olho nu
Visto apenas pelas almas apaixonadas...

Toda vez que te vejo sorrindo
Penso como é possível você existir
E percebo que todas as coisas boas da vida 
Foram unidas pelas mãos divinas só para criar você!

Então, as divindades do amor 
Nos jogou dentro de uma casinha de sapê
Com esse louco desejo que há em nosso peito
E nos trancou lá para sermos felizes!!!

Nenhum comentário: