sábado, 6 de outubro de 2012

Tão estranho...
Já não me reconheço.
Sinto que estou diferente,
Mais madura, mais dura, mais insensível (ou sensível demais..)

Estou em mutação, como uma lagarta virando borboleta.
Sinto medo, tanto medo! Medo de que minhas asas não se desenvolvam
Medo de que eu não possa voar

Aqui dentro, jaz um coração que não pode sentir
Sentimentos que não podem fluir, não podem se manifestar
Ando vomitando sentimentos que me caem bem
Vivo dia após dia controlando coisas que gostaria de explodir

Minha cabeça não pensa mais
Não quero pensar. Quero viver, apenas...
Não tenho idéia do futuro
Já não sei o que me espera lá na frente

To nervosa comigo
Revoltada mesmo!
Revoltada por não me entender
Por perder as rédeas do que quero e desejo

Penso nos meus amigos
Penso no meu amor
Olho pra dentro do meu próprio eu
E custo a me reconhecer

Um ser em mutação...
Talvez uma estátua em introspecção
Imune de ter a felicidade ao meu lado

Então, me conformei com isso!
Eu aceitei viver com o que a vida me dá
E aceitei o que está reservado pra mim
Porque isso até que me faz feliz

Não tente entender!
Nem eu mesma me entendo.
A confusão que mora em mim
Faz parte do meu tormento

Se olhar em minha alma
Verás que não é só tristeza
Há um anjo que me ampara
Ele é toda paz e pura beleza

Mas te digo: para ser feliz, não seja exigente!
Busque coisas simples em meio aos tormentos
Meus amigos e meu doce querido
São minha felicidade no momento...

Então, se de repente eu chorar
Não diga nada!
Olhe nos meus olhos
Me abrace o mais forte que puder
E não me deixe nunca partir...


3 comentários:

Jônatas disse...

Belo texto, cada vez escrevendo melhor.
A felicidade, ou o mais perto que podemos chegar dela, está em nos mesmos. Não podemos alicerça-la nos outros ou em empregos ou bens materiais, pois eles podem faltar.
Tente encontrar em si o que falta para ser feliz, e seja feliz com que tens, mas não se contente com isso, busque sempre o melhor.
Permita-se, permita-se errar arriscar e culpa-se menos, esvazie seu saco de culpas. Seja livre e ande livre, leve e solta. Acredite vc é benção, vc é muito, vc é o que Deus sonhou um dia. Nada pode te derrubar se não vc mesmo.
Bjos de quem te admira por vários motivos.

Anônimo disse...

Criança não tenha medo, encare tudo que vier e puder...tudo que é novo assusta.
Confusão faz parte de sermos humanos.
Perder o controle em alguns casos é necessário.
Se liberte, sinta com a alma. Sentimentos afloram a todo instante não se deixe amarrar por não tentar. Viver só por viver ou sentir só por sentir não tem graça.

Anônimo disse...

É simples mais muito simples encontrar em você o melhor de um ser. Torço para não se conformar em apenas acontecer...você pode tudo e um pouco mais.
A intensidade com que escreve transparece sua essência me faz ver o quanto brilha e quero ver teu brilho mais radiante pra iluminar ainda mais aqueles que tem a alegria em conviver contigo.